Array

Por falta de bomba de água, crianças utilizam água armazenada no latão de lixo em creche de Campos

- Publicidade -

Estudantes e funcionários da creche escola Zumbi dos Palmares, no Parque Santa Rosa, em Guarus, passam por um momento delicado desde o mês de março. Segundo pais de alunos e funcionários – que não quiseram se identificar -, a bomba de água da creche queimou em março e até esta sexta (05), não havia sido realizado o conserto ou a troca da bomba.

Para improvisar, funcionários utilizam latões de lixo para armazenar água (imagem ao lado). O latão é abastecido com água da cisterna da instituição, mas a forma como é armazenada não é a mais indicada. Pais de alunos e servidores já comunicaram a Prefeitura de Campos e a Secretaria de Educação, mas até agora – quase dois meses depois -, nenhuma atitude foi tomada.

Além dos problemas com o armazenamento de água, outros problema estruturais são encontrados na creche, como diversas infiltrações, fios expostos, falta de manutenção elétrica e falta de material para professores.

RESPOSTA DA PREFEITURA
Em nota, a Prefeitura e Campos informou que realizou contato com a secretaria de Educação, Cultura e Esporte, e foi informada que a bomba de água já foi adquirida e que após quase dois meses, a previsão para ser instalada é nesta sexta-feira (05).

PERIGO NO ARMAZENAMENTO DE ÁGUA EM LOCAL INDEVIDO
Para o engenheiro sanitarista Eduardo Pacheco, o armazenamento de água em local indevido pode trazer diversas ameaças à quem utilizar.

— O problema de estocar água é não ter cloro. É obrigatório. Está na Portaria Nº 2.914 do Ministério da Saúde que toda água de abastecimento sai de uma ETA (Estação de Tratamento de Água) com cloro residual livre. Isso é uma concentração de cloro que é deixada a mais para proteger todo o encaminhamento dela. O cloro é fundamental para proteger da parte biológica. Em uma água não clorada, vai proliferar todo tipo de organismo: bactéria, fungo, protozoário. Se ela ficar armazenada por muito tempo, o cloro perde o poder oxidante. O cloro residual livre tem um período de maturação e depois sai.

Pacheco acrescenta que há fatores que fazem com que o cloro na água seja consumido mais rapidamente, como temperatura alta e impurezas.

— O cloro residual é como se fosse uma proteção para quando houver sujeira na água. Quando ele encontra sujeira, oxida aquilo e some […] Se o balde em que a água é armazenada estiver sujo, o cloro será consumido. A partir daquele momento, água já está desprotegida e passível de sofrer contaminações, que podem ou não ser patogênicas.

 

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS