Array

Câmara anuncia composição de CPIs para investigar contratos do governo Rosinha com Odebrecht e EMEC.

PUBLICADO EM

Durante sessão desta terça-feira (06) o presidente do legislativo, Marcão Gomes (REDE), anunciou os componentes das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) que investigam os contratos da gestão anterior da prefeitura com as empresas EMEC e Odebrecht.

- Publicidade -

A CPI que irá investigar possíveis irregularidades envolvendo o contrato entre a empresa Emec e o governo da prefeita Rosinha Garotinho será composta pelos vereadores Fred Machado (PPS), Cláudio Andrade (PSDC), Marcelo Perfil (PHS), Neném (PTB) e Vinicius Madureira (PRTP).

Já a CPI que irá investigar possíveis irregularidades envolvendo a contratação da empresa Odebrecht pelo governo Rosinha Garotinho, será composta pelos vereadores Genásio (PSC), José Carlos (PSDC), Abu (PPS), Jorginho Virgílio (PRP) e Thiago Ferrugem (PR). Durante delações de executivos da empresa na operação Lava Jato, foram citados a ex-prefeita Rosinha e o ex-secretário de governo Anthony Garotinho, como pessoas que teriam sido beneficiadas por “caixa dois”.

Vale lembrar que a Odebrecht venceu duas licitações para construir 9.189 casas no programa Morar Feliz, cujo valor atualizado é de R$1,05 bilhão. Por outro lado delatores calculam gastos de R$ 27,5 milhões em caixa 2 em quatro campanhas da ex-prefeita de Campos e do ex-governador Anthony Garotinho (PR) entre 2008 e 2014.

Segundo Marcão, as Comissões serão publicas em diário oficial e terão 180 dias para investigar e em seguida, caso sejam verificados os desvios, repatriar os valores.

- Publicidade -

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS