Vereadores expõem incoerência de presidente do SIPROSEP

Array

PUBLICADO EM

PUBLICADO EM

- Publicidade -

Nesta quinta (28), durante a sessão que discutia o reajuste da alíquota previdenciária dos servidores da prefeitura de Campos, os vereadores Maicon Cruz (PSC), Thiago Rangel (PROS) e Helinho Nahim (PTC), utilizaram a tribuna da Câmara para expor uma contradição no discurso da presidente do SIPROSEP, Elaine Leão.

Segundo os vereadores, em 2020 a servidora defendia que a contribuição previdenciária fosse dividida de forma igualitária entre os servidores e o governo, com a mesma porcentagem a ser repassada de cada uma das partes. No entanto, agora em 2021, a presidente do Sindicato dos Servidores passa a defender que a parcela repassada pelo município seja maior do que a dos servidores.

Elaine, que assumiu o comando do SIPROSEP em 2020 após um conturbado processo eleitoral que teve seu resultado definido pela justiça, parece ter mudado de discurso junto com a mudança de governo. Apesar de não estarem claros os interesses que motivaram a mudança, a atitude não foi vista com bons olhos pelos servidores.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

VEJA TAMBÉM