Pai de menina que desenhou contra a guerra é preso na Rússia

- Publicidade -

Segundo informações de um advogado à Reuters nesta quinta-feira (30), o pai de Masha Moskaleva, uma menina russa de 13 anos que fez um desenho contra a guerra na Ucrânia, foi preso. O homem, que era considerado foragido da justiça, foi detido após ganhar repercussão mundial nas últimas semanas.

O desenho de Masha mostra mísseis indo em direção a uma mulher e uma criança, acompanhado das bandeiras da Rússia e da Ucrânia e a mensagem “Não à guerra” e “Glória à Ucrânia”. Por conta disso, o pai da menina, Alexei Moskalyov, foi condenado a dois anos de prisão por desacreditar das Forças Armadas russas.

Antes da condenação, Moskalyov já estava em prisão domiciliar, mas acabou fugindo. A decisão gerou indignação na Rússia e se tornou um símbolo da repressão contra os contrários à invasão na Ucrânia.

A diretora da escola onde Masha estudava chamou a polícia após a menina fazer o desenho contra a guerra. Uma investigação foi aberta, e as autoridades encontraram publicações de Moskalyov na internet criticando a operação russa no país vizinho. Desde então, o pai foi colocado em prisão domiciliar e a filha foi enviada para uma família de acolhimento, sem poder manter contato com o pai.

No dia 6 de abril, a família passará por um novo julgamento, que pode resultar no envio de Masha para um orfanato, conforme relatou o advogado de Moskalyov.

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS