Homem invade casa e tenta vendê-la por 225 mil dólares (duas vezes)

- Publicidade -

Um homem residente no estado norte-americano da Louisiana tentou vender uma casa que invadiu por 225 mil dólares, mas acabou por ser apanhado pelos legítimos proprietários. Meses depois, tentou voltar a fazer o mesmo.

O suspeito, identificado como Joseph Guerin, foi detido após invadir uma casa desocupada em Baton Rouge, capital do Louisiana, no início da semana.

De acordo com a estação norte-americana WBRZ, os proprietários foram alertados por um vizinho.

Guerin foi detido por suspeitas do crime de invasão de propriedade privada, já depois de ter trocado as fechaduras da casa e de ter colocado os serviços como água e eletricidade no seu nome.

Segundo a WBRZ, esta foi a terceira vez que o homem foi preso pelo mesmo crime. Em abril, invadiu a mesma casa em Baton Rouge e foi detido após os donos descobrirem que residiam pessoas ilegalmente na sua casa.

O casal – Richard e Kristen Craven – herdou a propriedade e só descobriu que estava sendo habitada por outras pessoas durante uma visita de rotina ao local. O objetivo seria restaurar a casa e vendê-la, mas acabaram descobrindo que o edifício estava muito mais degradado por causa de Guerin.

Os invasores tinham levado os próprios móveis, substituído o chão de carpet por cerâmica e colocado novas bancadas que não tinham “qualidade”. Toda a residência foi pintada de branco, incluindo uma janela, para que não fosse possível ver o que se passava dentro de casa.

O casal decidiu não denunciar logo o caso às autoridades, mas antes observaram o que se passava na casa, suspeitando que não era usada apenas para residir. “Uso de drogas, tráfico de drogas, não sei se ele alugava quartos para mulheres”, disse Richard Craven.

No entanto, os problemas aumentaram quando o homem colocou a casa à venda por 225 mil dólares. Após a denúncia à polícia, foi dito que tanto o casal como Guerin tinham documentos que mostravam ser os legítimos proprietários da habitação.

“A polícia não me mostra que papelada ele possui”, disse Richard Craven. “Eu disse-lhes que tudo o que ele tem de ser falso.”

O homem acabou sendo detido e, meses depois, voltou a fazer o mesmo. “Vocês têm companhia, aquele Joey está de volta”, alertou um vizinho.

Leia Também: Condenações por invasão do Capitólio nos EUA prosseguem e já passam de 600

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS