Seis homens acusados de matar e torturar mulher em culto religioso

PUBLICADO EM

- Publicidade -

Seis homens foram acusados de matar e torturar uma mulher, no estado norte-americano da Georgia, depois de a vítima ter sido encontrada nas traseiras de um carro. As autoridades acreditam que ela teria sido aliciada para emigrar da Coreia do Sul para os Estados Unidos, durante o verão, para se juntar a um culto religioso a que pertencia o grupo.

- Publicidade -

A mulher foi encontrada num parque de estacionamento no condado de Gwinett, na localidade de Duluth. A mulher, entre os 20 e os 30 anos, cuja identidade não foi relevada, apresentava sinais de agressões e de subnutrição, com o departamento dizendo através do Facebook que ela tinha morrido esfomeada ao ser privada de alimentação durante várias semanas numa cave.

Os seis homens, nos quais se inclui um rapaz de 15 anos, foram detidos na quinta-feira e pertencem supostamente a um grupo referido como os ‘Soldados de Cristo’, com origens sul-coreanas.

As autoridades explicaram ainda que uma análise preliminar aponta para a altura da morte por volta do final de Agosto. Pesava apenas cerca de 30 quilos quando foi encontrada, o corpo estava envolto num cobertor e teria sido queimado.

A descoberta ocorreu quando o familiar de um dos suspeitos encontrou o cadáver na mala de um carro, estacionado num parque de estacionamento junto a um centro comercial. O suspeito em causa, um homem de 26 anos, teria pedido ao familiar para ir ao carro buscar um pertence, e ele ligou imediatamente à polícia, na terça-feira à noite.

A investigação acabou por levar a uma casa em Lawrenceville, onde foi encontrada a cave onde teriam  ocorrido as agressões. Os cinco suspeitos, com idades entre os 15 e os 26 anos, foram presos e acusados de homicídio, sequestro, obstrução de justiça e encobrimento de cadáver.

Leia Também: Biden apoia trabalhadores em greve contra montadoras nos EUA

- Publicidade -

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS