EUA: Mulher processa restaurante por "mastigar dedo" encontrado em salada

PUBLICADO EM

Uma cliente num restaurante em Mount Kisco, no estado de Nova York, processou uma rede de restaurantes de saladas por ter supostamente encontrado e mastigado um dedo humano deixado numa salada, em abril deste ano.

- Publicidade -

Na queixa, apresentada na segunda-feira desta semana, Allison Cozzi explicou que comprou uma salada num restaurante da rede Chopt, nos Estados Unidos, quando percebeu que “estava mastigando uma parte de um dedo humano que tinha sido misturado, fazendo parte da salada”.

A gerente do restaurante teria cortado uma parte do dedo enquanto cortava rúcula e foi levada para o hospital, mas a rúcula contaminada acabou sendo servida na mesma e Cozzi foi a ‘brindada’ com uma parte do seu dedo.

Registos do departamento de saúde do condado de Westchester, citados pela Associated Press, revelam que o restaurante já foi multado em cerca de 900 dólares (quase 4 mil reais).

Allison Cozzi alega, no processo, que sofreu uma série de problemas de saúde mental e física, incluindo choque, ataques de pânico, enxaquecas, náuseas, tonturas e dores musculares devido à salada contaminada.

A cliente exige agora uma indemnização, cujo valor não foi especificado no documento citado pela agência de notícias norte-americana.

Apesar do incidente aparentemente inédito e chocante, esta não é, de todo, a primeira vez que um dedo humano vai parar a uma salada nos Estados Unidos, onde acidentes no trabalho, em particular em restaurantes de ‘fast food’, são muito frequentes.

Em 2016, na Califórnia, uma mulher grávida processou um Applebee’s após encontrar a ponta de um dedo numa salada. Em 2012, foi a vez de uma adolescente encontrar um dedo inteiro numa sanduíche, incluindo a articulação do dedo, no Michigan.

- Publicidade -

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS