Brasil passa a exigir visto de turistas dos EUA, Canadá e Austrália

PUBLICADO EM

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A partir da próxima quarta-feira (10), turistas dos Estados Unidos, Canadá e Austrália precisarão de visto entrar no Brasil. A emissão do documento custará 80,90 dólares e deve ser feita pela internet, no site brazil.vfsevisa.com. Para cidadãos americanos, a validade é de 10 anos, e para canadenses e australianos, de 5 anos.

- Publicidade -

A exigência do documento volta a vigorar quase cinco anos após ter sido extinta por decreto pelo então presidente Jair Bolsonaro (PL), em março de 2019, em uma tentativa de fomentar o turismo estrangeiro no país -o que não aconteceu. À época, o Japão também foi beneficiado pelo decreto, mas um acordo bilateral assinado em agosto dispensou cidadãos de ambos os países da necessidade de vistos para estadias de curta duração (até 90 dias).

De acordo com o Itamaraty, a exigência de vistos para a entrada no Brasil é baseada no princípio da reciprocidade. Ou seja, só acontece porque esses países também exigem vistos de cidadãos brasileiros.

“É importante ressaltar que o governo brasileiro renova o interesse de negociar, com as três nações, acordos de isenção de vistos baseados nos princípios da reciprocidade e da igualdade entre os Estados”, disse o Ministério do Turismo em nota.

Ainda segundo o órgão, os EUA são o segundo maior emissor de turistas para o Brasil, atrás apenas da Argentina. Nos 10 primeiros meses de 2023, 530.690 norte americanos visitaram o Brasil (11% do total). No mesmo período, recebemos 66.338 canadenses (16º maior emissor) e 38.544 australianos (17º maior emissor).

Leia Também: Ataque mata quase 100 no Irã e eleva risco de guerra ampla no Oriente Médio

- Publicidade -

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS