Filipinas: Homem mata vizinha por causa de conflito causado por flores

PUBLICADO EM

Um homem de 64 anos é acusado de ter decapitado uma vizinha, após uma discussão causada por uma plantação de flores junto ao local onde ambos viviam, nas Filipinas.

- Publicidade -

Rosalina Abing Asilo terá sido confrontada pelo seu vizinho, Mario Furton, por causa de flores plantadas pela própria, no dia 2 de janeiro.

O homem, de 48 anos, teria se queixado de que os picos das flores o incomodavam, e Rosalina, em resposta, chamou-o de ladrão.

Furioso, Mario terá saído para beber com os amigos, tendo no regresso, decidido voltar a confrontar a mulher, na loja da qual ela era proprietária.

Foi aí que teve lugar o crime, que culminou com Rosalina sendo decapitada.

Informa o Daily Mail, que Mario teria regressado ao bar onde tinha estado para mostrar aos amigos o crime que cometera, fazendo-se acompanhar da cabeça da vítima.

As autoridades foram chamadas de imediato ao local, alertadas pelas testemunhas que se mostraram chocadas com o que viram.

Segundo o Daily Mail, enquanto era detido, o homem teria se mostrado arrependido e pediu desculpa aos familiares da mulher.

[Mario Furton, suspeito do crime]© Reprodução video BTv CEBU  

“Fiquei ofendido por ela me ter chamado ladrão em frente aos meus filhos quando estava tentando falar calmamente com ela”, disse, explicando o que motivou o seu ato.

- Publicidade -

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS