Chef de cozinha é suspeito de matar a namorada e retirar seus órgãos

PUBLICADO EM

Na última sexta-feira, 5 de janeiro, um chef de cozinha de 47 anos foi detido sob suspeita de ter assassinado sua namorada, de 48 anos, em Bratislava, Eslováquia.

- Publicidade -

Conforme relatado pelos meios de comunicação locais, o homem identificado como Jozef Hanuska teria cometido atos extremos, incluindo a abertura do corpo da vítima, identificada apenas como Patrícia. O cadáver foi descoberto com cortes no pescoço, bochechas e coxa, além do peito aberto.

Próximo à cama, encontrava-se um balde contendo vários órgãos de Patrícia, assim como um pedaço da perna, e o coração foi encontrado no chão. O corpo estava coberto por um cobertor, com um passaporte britânico deixado sobre o tecido.

Jozef foi localizado escondido no porão de outra residência, situada no mesmo bairro. Segundo a emissora eslovaca Noviny, o suspeito é filho de Stefan Pantl, apelidado de “Estrangulador de Bratislava”, que cometeu dois assassinatos após ser rejeitado em avanços sexuais. Stefan Pantl foi condenado à pena de morte e executado em 1979.

Leia Também: Professora morre baleada por engano após tiros em bar no Paraná

- Publicidade -

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS