Bombeiros fazem rapel para remover corpos de dentro de helicóptero achado em SP

PUBLICADO EM

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Agentes do 11º Grupamento de Bombeiros se deslocaram para Paraibuna (SP) para o trabalho de remoção dos corpos das quatro pessoas que estavam no helicóptero Robinson R44, localizado na manhã desta sexta-feira (12) após 12 dias desaparecido.

- Publicidade -

Morreram no acidente o empresário Raphael Torres, 41, a vendedora Luciana Marley Rodzewics Santos, 46, a filha dela, Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto, 20, e o piloto Cassiano Tete Teodoro.

Segundo a corporação, nove bombeiros foram enviados ao local, e três deles já tentavam descer de rapel até os destroços. O trabalho, contudo, teve de ser interrompido por volta das 15h50 por causa da chuva, e será retomado quando houver melhora das condições climáticas.

A operação também conta com equipes do Instituto de Criminalística e Seripa IV (Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos).

A aeronave foi localizada pelo helicóptero Águia 24 da Polícia Militar. Policiais desceram até o local dos destroços. Assim, encerrou-se nesta sexta uma busca que durou 11 dias e para a qual foram usadas seis aeronaves da PM, da FAB (Força Aérea Brasileira) e da Polícia Civil, com dezenas de agentes, além de equipes de buscas particulares contratadas por famílias das vítimas.

A aeronave desapareceu no dia 31 de dezembro, quando saiu de São Paulo com destino a Ilhabela, no litoral norte.

Estavam a bordo Raphael Torres, 41, Marley Rodzewics Santos, 46, Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto, 2… 

- Publicidade -

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS