Ativista é raptada ao procurar irmão desaparecido; família foi morta

PUBLICADO EM

- Publicidade -

Lorenza Cano, uma ativista em busca de seu irmão desaparecido no México, foi sequestrada por um grupo de homens armados em um ataque que resultou na morte de seu marido e filho. O trágico incidente ocorreu em sua residência na cidade de Salamanca, no estado mexicano de Guanajuato, conforme relatado pela agência de notícias The Associated Press (AP).

- Publicidade -

As autoridades locais anunciaram o desaparecimento de Lorenza Cano nesta quarta-feira, após o grupo de voluntários “Salamanca Unidos na Busca pelos Desaparecidos” denunciar o ataque armado. O Ministério Público mexicano confirmou as mortes do marido e do filho, enquanto a mulher permanece desaparecida.

[Legenda]© Luis Barron / Eyepix Group/Future Publishing via Getty Images  

Segundo a AP, nos últimos cinco anos, a vítima dedicou-se à busca por seu irmão, José Cano Flores, desaparecido desde 2018, e integra um grupo de voluntários que trabalham incansavelmente para localizar os 114 mil desaparecidos no México.

Guanajuato, nos últimos anos, tem enfrentado a mais alta taxa de homicídios no México, principalmente devido a conflitos entre gangues e cartéis.

Leia Também: EUA voltam a rotular houthis de terroristas; outro navio é atacado

- Publicidade -

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS