Especialista reforça a importância das notificações em casos suspeitos de dengue em Campos

A notificação deve ser feita através da ficha do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN)

PUBLICADO EM

Com o novo fluxograma para manejo da dengue em Campos, o diretor de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o infectologista Rodrigo Carneiro, reforça a importância das notificações de casos suspeitos e confirmados da doença, através das unidades de saúde públicas e privadas. De acordo com o especialista, essa conduta é fundamental para que as autoridades de saúde possam traçar estratégias e estabelecer medidas de combate e prevenção da patologia, levando em consideração o intervalo de tempo entre o aumento do número de casos.

A notificação deve ser feita através da ficha do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), que pode ser adquirida junto a Subsecretaria de Vigilância em Saúde ou via internet (AQUI), disponível no site do SINAN.

- Publicidade -

“O conhecimento da ocorrência de doenças em determinada área geográfica, junto do período que leva para amentar ou diminuir o número de casos, é importantíssimo para que a Subsecretaria de Vigilância em Saúde possa traçar as medidas a serem implementadas, tanto de forma regionalizada ou individualizada”, explica o infectologista.

Rodrigo informa que regiões com um grande número de casos de dengue, especialmente quando associados a um alto índice de infestação predial pelo Aedes aegypti, demonstram a necessidade de intensificação das ações de prevenção, tanto do poder público, quanto da população. Ele destaca que esse trabalho em conjunto é fundamental para o controle e prevenção da propagação do mosquito.

“A Secretaria de Saúde mantém contato diário com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) para obter informações atualizadas e, com base nessas informações, identificar as áreas de maior risco para novos casos de dengue e direcionar as medidas preventivas de forma mais eficaz”, finalizou.

Carneiro exemplifica, pontuando o papel crucial que as notificações tiveram durante a pandemia do coronavírus. “Essas ações foram essenciais para identificar os períodos de maior transmissão da Covid-19. Com a dengue, a identificação também é facilitada devido à transmissão pelo Aedes aegypti. Então, fica o apelo aos profissionais de saúde que lidam diretamente com a população, para notificar os casos suspeitos e confirmados de dengue. Dessa forma, a Secretaria de Saúde poderá agir de acordo com a situação em diferentes locais do município”.

Fonte: Ascom

- Publicidade -

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS