Torre Eiffel é recriada com mais de 700 mil fósforos; Guiness rejeita

PUBLICADO EM

- Publicidade -

Richard Plaud, um francês de 47 anos, dedicou oito anos e 4.200 horas para construir uma réplica da Torre Eiffel com 706.900 fósforos, alcançando uma altura total de 7,19 metros. Seu objetivo era criar a estrutura de fósforos mais alta do mundo, mas sua tentativa foi rejeitada pelo Guinness World Records.

- Publicidade -

O recorde atual, mantido desde 2009 por Toufic Daher, do Líbano, é uma réplica da Torre Eiffel construída com seis milhões de fósforos, atingindo uma altura de 6,53 metros.

Após concluir sua criação em 27 de dezembro, Plaud submeteu uma candidatura ao Guinness World Records, que foi rejeitada sem análise. Em uma postagem nas redes sociais, ele expressou sua “grande desilusão” e compartilhou os motivos dados pelo Guinness World Records: “os fósforos utilizados devem estar disponíveis no mercado e prova deste fato deve ser fornecida como evidência”, e “os fósforos não podem ser cortados, desmontados ou distorcidos”.

Plaud explicou que, como os fósforos que utilizou não estavam disponíveis no mercado e não eram reconhecidos como tal, sua tentativa foi desclassificada, causando-lhe uma “grande desilusão, engano e incompreensão”. Ele questionou a justificativa de que os fósforos não eram iguais, afirmando que “706.900 fósforos colados um a um não são iguais? E que são muitos afiados para serem reconhecíveis”. Plaud concluiu dizendo que sua torre de fósforos ainda tem 7,19 metros e continuará assim por muito tempo.

Mark McKinley, diretor dos serviços centrais de registros do Guinness World Records, explicou que a organização é minuciosa na análise das provas para garantir condições equitativas para todos os aspirantes a um título do Guinness World Records.
 

Leia Também: Ataque homofóbico em São Paulo: “Saí da padaria com o nariz sangrando”

- Publicidade -

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS