Rio inicia vacinação contra dengue nesta sexta-feira (23) para crianças de 10 anos

- Publicidade -

(FOLHAPRESS) – A cidade do Rio começa a vacinação contra a dengue nesta sexta-feira (23) para crianças de 10 anos. Meninos e meninas com essa idade podem receber a primeira dose em qualquer unidade de Atenção Primária do município a partir das 14 horas.

A faixa dos 11 anos será vacinada a partir da próxima quarta-feira (28). O cronograma dos demais grupos deve ser divulgado nos próximos dias.

O calendário de vacinação seguirá moldes parecidos com o feito na vacinação de Covid-19, quando também não havia doses suficientes para todos.

O primeiro lote de vacinas contra a dengue, enviado pelo Ministério da Saúde, chegou nesta quinta (22) ao estado do Rio. São 231.928 doses que serão distribuídas a 11 municípios já escolhidos pelo governo federal para a aplicação do imunizante.

Para a cidade do Rio foram destinadas 141.710 doses. Além da capital fluminense, as vacinas serão entregues para Nilópolis, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, São João de Meriti, Itaguaí, Magé, Belford Roxo, Mesquita, Seropédica, Japeri e Queimados.

A imunização seguirá de forma escalonada, para o público de 10 a 14 anos, conforme orientação do Ministério da Saúde. A pasta definiu que esta será a primeira faixa etária a receber o imunizante Qdenga, fabricado pelo laboratório japonês Takeda e recém-incorporado pelo Ministério da Saúde ao PNI (Programa Nacional de Imunizações).

Também nesta quinta, foi publicado no Diário Oficial o decreto que reconhece a situação de epidemia de dengue em todo território fluminense.

A medida foi tomada devido ao crescimento do número da doença no estado que já chega a quase 50 mil casos em 2024. Somente neste ano, cinco pessoas morreram por dengue.

A quinta morte foi confirmada nesta quarta (21). A vítima é uma mulher de 76 anos que vivia em Barra do Piraí, no sul fluminense. O óbito aconteceu no dia 9 de fevereiro, mas os testes comprovaram a morte por dengue na tarde de quarta.
Outros dois óbitos foram registrados na capital, um em Itatiaia e um em Mangaratiba.

A cidade do Rio já acumula 21 mil casos de dengue em 2024. O número já é quase o mesmo de ocorrências em todo o ano de 2023, que totalizou 23 mil ocorrências. O município, que já registrou duas mortes pela doença neste início de ano, está em situação de emergência desde o dia 5 deste mês.

Antes do início do calendário de imunização na capital, a prefeitura começou na semana passada a vacinar moradores da região de Guaratiba, na zona oeste do Rio. A ação faz parte de um estudo para a avaliar a eficácia da vacina entre os adultos.

Para a pesquisa, serão vacinados 20 mil pessoas entre 18 a 40 anos de idade, que serão monitoradas por dois anos pelos pesquisadores da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz). O estudo vai observar a diferença de comportamento do vírus entre vacinados e não vacinados.

A expectativa é de que os dados colhidos ofereçam novas evidências científicas para a tomada de decisão na vacinação dos demais públicos aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A faixa dos 11 anos será vacinada a partir da próxima quarta-feira (28) 

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS