Polícia Penal apreende drogas e celulares em terreno ao lado do presídio

A Polícia Penal já registrou cerca de dez operações envolvendo apreensões de drogas ou celulares nos quatro presídios do Norte e Noroeste do Estado

- Publicidade -

Durante um trabalho de inteligência em Itaperuna, no Noroeste do estado do Rio, policiais penais apreenderam dois celulares, dois carregadores, cinco buchas de maconha e 32 papelotes de haxixe nas proximidades do presídio Norberto Ferreira de Moraes, no bairro Frigorífico.

Os agentes desconfiaram de uma movimentação no terreno do lado da unidade e durante buscas encontraram no chão, na área externa do presídio, uma garrafa plástica fixada a um fio náilon de pesca com o material.

De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) será aberta uma sindicância para apurar os fatos e o porte de drogas registrado na delegacia da cidade.

Um levantamento feito aponta que nos últimos seis meses, a Polícia Penal já registrou cerca de dez operações envolvendo apreensões de drogas ou celulares nos quatro presídios do Norte e Noroeste do Estado.

Destes, três ficam em Campos dos Goytacazes, sendo dois masculinos e um feminino.

Nesta semana, duas ações em dias diferentes já foram feitas por agentes da Seap na unidade penitenciária de Itaperuna.

Ainda em Itaperuna, em outra operação nesta terça-feira (27), os policiais penais identificaram um detento com uma bucha de maconha.

O preso é beneficiado com trabalho externo durante o dia e foi flagrado no momento em que retornava para unidade à noite e receberia a droga de um homem nas proximidades do presídio.

O homem foi abordado próximo ao local destinado aos visitantes com uma bucha de maconha. A Seap informou que será aberta uma sindicância para apurar o fato. O caso foi registrado na delegacia do município.

O subsecretário-geral da Polícia Penal, Igor Bicaco, destacou que as ações nas unidades penitenciárias do estado do Rio serão cada vez mais intensificadas pra coibir a entrada de quaisquer materiais ilícitos nos presídios.

Mudança no nome do presídio

De acordo com o diretor da unidade penitenciária de Itaperuna, Fabrício Portugal, há quase 3 meses, logo que ele assumiu o cargo, por meio de um decreto do governador, Cláudio Castro, foi determinada a mudança de nome de presídio Diomedes Vinhosa Muniz para presídio Norberto Ferreira de Moraes.

A nova homenagem decretada em 1° de dezembro é ao policial penal que morreu em 2018 e já foi diretor da unidade.

Fonte: g1

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS