Madrid: Funcionários de aeroporto presos por roubar bens de passageiros

- Publicidade -

Foram presos ou estão sendo investigados 38 funcionários de diferentes empresas do aeroporto de Barajas, em Madrid, Espanha, na sequência da ‘Operação Sindical’.

A polícia suspeita de roubo de vários objetos da bagagem registrada de passageiros, conta o jornal espanhol ABC.

O valor dos bens roubados ultrapassa os 120 mil euros (cerca de 600 mil reais), anunciou, esta quarta-feira, o Comando da Guarda Civil de Madrid, num comunicado de imprensa.

Uma parte substancial dos bens recuperados já foi devolvida aos seus proprietários. Na lista estão uma mala da marca de luxo Louis Vuitton, uma Bíblia, um violino e uma longa lista de dispositivos eletrônicos, entre eles tablets, relógios, ‘smartwatches’ ou auriculares. Também joias e dinheiro foram devolvidos.

As devoluções, conta o ABC, tiveram ainda um toque emocional, já que, por exemplo, no caso da Bíblia recuperada, ela foi devolvida a uma pessoa oriunda da Nicarágua. O livro tinha várias fotografias e notas pessoais.

Uma mulher italiana, por sua vez, conseguiu recuperar várias joias que lhe tinham sido roubadas no aeroporto, e um jovem músico conseguiu reaver o violino que pretendia utilizar num recital em Londres, no Reino Unido.

Bens alimentares como linguiças, presunto, queijo, latas de conservas e outros foram entregues em refeitórios sociais, uma vez que os proprietários não foram localizados.

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS