Onda de calor deve fazer São Paulo ter esta semana o dia mais quente da história para março

- Publicidade -

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A cidade de São Paulo deverá ter o dia mais quente em um mês de março nesta semana, desde que o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) começou a fazer a medição, em 1943, ou seja, há 81 anos.

O alerta foi feito pelo meteorologista Vinícius Lucyrio, da Climatempo, de acordo com análise de uma onda de calor que irá se espalhar pelo país gradualmente durante a semana.

O meteorologista Franco Nadal, do Inmet, lembra que o recorde atual para o mês de março acabou registrado em 1º de março de 2012, com a marca de 34,3ºC. A medição foi feita no mirante de Santana, na zona norte da capital paulista.

Pelas normas do instituto, para ser uma onda de calor, a temperatura precisa ficar 5°C acima da média por mais de três dias e em uma grande área.

Nesta quinta-feira (14), a previsão do órgão federal diz que a tendência é de temperatura máxima de 35ºC na cidade de São Paulo. Na sexta (15), de 36ºC.

De acordo com o Inmet e a Climatempo, esta nova onda de calor atuará em áreas do sul, sudeste e centro-oeste. A massa de ar quente deverá se manter ao menos até o próximo dia 20, quando termina o verão.

Lucyrio explica que a condição meteorológica ganhou força na região do Chaco Paraguaio e no norte da Argentina para chegar ao Brasil.

“Essa massa de ar quente já está estabelecida no Rio Grande do Sul, no centro-oeste e em parte do interior de São Paulo, e vai ganhar força gradualmente”, afirma.

Esta camada de ar quente, diz, deverá inibir chuvas e passagem de frentes frias. “Serão temperaturas bem acima da média.”

Nesta terça, a temperatura na capital paulista deverá oscilar entre 17ºC e 30ºC.

O Inmet emitiu alerta laranja, de perigo por causa do calor, até a sexta-feira, para o centro do estado de São Paulo e para o oeste paulista.

Em Presidente Prudente (a 558 km de São Paulo), por exemplo, a tendência é que os termômetros alcancem 40ºC nesta quinta, assim como na sexta, quando a temperatura mínima deve ser de 26ºC.

Em Santos, na Baixada Santista, a máxima deverá bater em 36ºC na sexta, com céu limpo e sol forte.

A previsão para São Sebastião, no litoral norte, aponta para dias quentes e tendência de máxima em 34ºC, mas com a presença de algumas nuvens.

A massa de ar quente que subirá a temperatura em São Paulo fez a Defesa Civil estadual emitir um alerta em suas redes sociais nesta segunda-feira (11).

Nos dias de calor intenso, as principais recomendações são de não realizar exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre as 10h e as 16h; evitar aglomerações em ambientes fechados; usar soro fisiológico nos olhos e narinas e reforçar a hidratação.

O aviso da Defesa Civil informa que o calor intenso deverá diminuir os níveis da umidade relativa do ar em todo o estado.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), umidade abaixo de 60% representa risco à saúde.

O recomendado é aumentar a ingestão de líquidos e monitorar crianças e idosos para evitar casos de desidratação.

Leia Também: Descubra como a Receita Federal identifica sonegação de IR

O alerta foi feito pelo meteorologista Vinícius Lucyrio, da Climatempo, de acordo com análise de uma… 

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS