Laudo pericial revela detalhes sobre o assassinato de Sofia

De acordo com o perito responsável, Sofia foi vítima de abuso sexual e sofreu graves golpes no rosto e na cabeça

- Publicidade -

Na noite desta terça-feira (19), o delegado titular da 146ª DP/Guarus, Carlos Augusto Guimarães, divulgou os resultados do laudo pericial sobre o assassinato da Sofia da Silva Santos, de apenas seis anos, ocorrido no dia 11 deste mês, no Parque Cidade Luz, em Campos.

De acordo com o perito responsável, Sofia foi vítima de abuso sexual e sofreu graves golpes no rosto e na cabeça. O principal suspeito do crime, Ryan Pierre Coimbra Ressiguier, de 26 anos e vizinho da vítima, foi encontrado morto no mesmo dia em que o corpo de Sofia foi descoberto, levantando suspeitas de ter sido vítima de um “julgamento do tráfico” no bairro.

Ryan confessou ter estuprado, assassinado e desfigurado o corpo de Sofia, após o qual ele teria carregado o corpo da menina por cerca de um quilômetro antes de abandoná-lo na calçada de uma casa na comunidade “Invasão do Cidade Luz”.

Uma atualização recente sobre o caso revela detalhes do laudo pericial de local: Sofia apresentava uma lesão contusa na face esquerda, além de sinais de abuso sexual.

O corpo de Ryan foi encontrado com uma corda de nylon amarrada no pulso direito e três ferimentos típicos de disparos de arma de fogo, incluindo no rosto e atrás da cabeça.

O delegado também informou que faltam a conclusão de alguns laudos de necropsia que ainda não estão disponíveis no inquérito e que os trabalhos continuam com a oitiva de testemunhas.

Por fim, o delegado Carlo Augusto informou, que haverá uma coletiva de imprensa ao final das investigações.

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS