Corpo de Bombeiros reforça efetivo em preparação às chuvas

O dobro de militares passa a atuar nas regiões Norte/Noroeste, Serrana, Sul e Baixada Fluminense

- Publicidade -

Em preparação às fortes chuvas previstas para os próximos dias, o Corpo de Bombeiros RJ vai dobrar o efetivo de militares de serviço, já a partir desta quinta-feira, 21, nas áreas onde há maior probabilidade de inundações, alagamentos, deslizamentos e desabamentos: as regiões Serrana, Sul, Norte/Noroeste e Baixada Fluminense. Nessas localidades, os comandantes vão ficar aquartelados, de prontidão junto com a tropa, para pronta resposta a possíveis ocorrências.

“Investimos mais de R$ 3 bilhões nas ações de prevenção às chuvas em todo o estado.  Somente no Corpo de Bombeiros foi destinado cerca de R$ 1 bilhão em equipamentos, viaturas e maquinários. O efetivo da Defesa Civil está pronto para atuar e proteger vidas”, destaca o governador Cláudio Castro.

A operação do Corpo de Bombeiros RJ em resposta às chuvas conta com apoio de novas ambulâncias; caminhões de busca e salvamento; ferramentas desencarceradoras para cortar estruturas metálicas, motosserras para cortar estruturas de concreto, em caso de deslizamentos e desabamentos; barcos de alumínio para socorro a pessoas ilhadas e sonares de última geração, capazes de buscas subaquáticas em caso de inundações/alagamentos.

“Estamos a postos, prontos para atuar com força total, caso o cenário de risco se confirme. Todos os recursos do CBMERJ estão à disposição da população fluminense”, afirma o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro.

Ocorrências

De 1° de janeiro até 20 de março de 2024, o CBMERJ já atendeu a 766 ocorrências de deslizamentos, desabamentos, inundações e alagamentos relacionados às chuvas em todo o Estado. Foram 648 eventos em janeiro, 98 em fevereiro e 20 em março.

Monitoramento 24 horas 

A Secretaria de Estado de Defesa Civil (Sedec-RJ) também segue alerta, mobilizada 24 horas por dia, para prevenir desastres. Equipes de meteorologistas, geólogos e hidrólogos do Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden-RJ) acompanham, ininterruptamente, as condições climáticas e os níveis pluviométricos em todo o território, emitindo alertas de risco quando necessário.

A Sedec-RJ abastece as Prefeituras diariamente com previsões do tempo, avisos sobre os níveis de severidade meteorológica, os acumulados de chuvas e os panoramas de perigo hidrológico e geológico. Os agentes orientam os gestores públicos quanto ao envio de avisos (SMS) para a população, em casos de chuvas fortes/persistentes, rajadas de ventos e raios, e também quanto ao acionamento das sirenes localizadas em áreas de risco, em caso de ameaças de deslizamentos de terra

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

A Defesa Civil Estadual também mantém contato diário com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) e com o Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CENAD) para compartilhamento de dados e recomendações sobre as condições meteorológicas do Estado.

“A Sedec-RJ trabalha, ao longo do ano todo, para estabelecer estratégias preventivas e de resposta rápida a possíveis desastres no território fluminense. A preparação para as chuvas intensas envolve toda a estrutura do Governo do Estado, alinhada em torno do Plano de Contingências para Chuvas Intensas, que é ativado para garantir a segurança da população, reduzir ao máximo os danos e priorizar vidas. O Grupo de Ações Coordenadas (GRAC) para resposta a desastres também está a postos para atuar, de forma estratégica e entrosada, em caso de emergência”, afirma o coronel Leandro Monteiro.

Investimentos

O Plano de Contingência para as Chuvas Intensas 2023/2024 do Governo do Estado prevê destinação de mais de R$ 3 bilhões em prevenção. São investimentos em obras de infraestrutura, na capacitação de agentes, modernização de viaturas e aquisição de equipamentos de última geração para garantir a segurança da população.

Para dar ainda mais agilidade e reduzir o tempo de resposta aos desastres naturais, o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) foi totalmente recuperado pelo Estado, teve seus equipamentos modernizados e a tecnologia atualizada. No espaço, representantes de todos os órgãos estaduais e das concessionárias de serviços essenciais monitoram as condições dos 92 municípios e as ocorrências registradas pela Defesa Civil Estadual e demais forças de segurança.

Aviso meteorológico

Segundo o Cemaden-RJ, nesta quinta-feira, 21, à tarde, ocorrerão pancadas de chuva moderada à forte em todo o estado, devido ao efeito Pré-Frontal. A chegada de uma Frente Fria, entre a noite de quinta e a madrugada de sexta-feira, 22, provocará chuvas moderadas a muito fortes (acima de 20mm/h) a qualquer hora, acompanhadas de raios e rajadas de ventos moderados a fortes, gerando altos acumulados (acima de 200mm/48h) até o domingo, 24.

Fonte: A voz da serra

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS