Macron planeja caminhada noturna pela Paulista e pode visitar Masp

- Publicidade -

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O presidente da França, Emmanuel Macron, planeja realizar uma caminhada noturna na avenida Paulista e pode ainda fazer uma visita ao Masp em suas passagem por São Paulo, prevista para quarta-feira (27).

De acordo com a secretária de Europa e América do Norte do Itamaraty, embaixadora Maria Luisa Escorel de Moraes, as agendas ainda estão sendo organizadas. Ele realiza uma visita de três dias pelo Brasil e também passa por Belém, Itaguaí (RJ) e Brasília.

O roteiro em São Paulo, no dia 27, é o único em que o francês não estará acompanhado do presidente Lula (PT).

A embaixadora disse que a caminhada de Macron pela Paulista deve ocorrer ao fim de um jantar do qual participará com personalidades da cultura brasileira. Ela disse não saber quem participará. “Ouvimos falar de por exemplo em Chico Buarque, mas não temos ainda essa relação [dos convidados]”, disse Escorel.

“O presidente Macron parece que tem interesse em se deslocar do jantar e ir caminhando pela Avenida Paulista até o seu hotel para descansar”, afirmou.

“Será algo novo, que será interessante acompanhar. Mas a essa altura da noite já não há muito movimento na avenida Paulista , mas é inclusive a ideia… porque o presidente Macron é uma pessoa que faz muita atividade física, tanto que depois do jantar ele queira descansar, ou pelo menos gastar as calorias digeridas”, disse a diplomata, em tom de brincadeira. “Enfim, é uma coisa de fazer quando viaja, disseram que ele gosta de fazer passeios assim”.

Na terça (19), a fotógrafa oficial de Macron, Soazig de la Moissonniere, publicou nas redes sociais duas imagens em que o líder francês aparece treinando boxe.

Macron transmitiu uma imagem de virilidade e agressividade enquanto tem escalado declarações sobre a Guerra da Ucrânia. Ele não descarta enviar tropas para combater no território ucraniano contra as forças da Rússia.

A primeira agenda de Macron na capital paulista será um fórum econômico organizado pela Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), uma iniciativa empresarial entre os dois países que não é realizada desde 2019.

Está prevista a presença do vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB), que acumula a função de ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviço.

Macron inaugura ainda o Instituto Pasteur de São Paulo, na USP, e tem um encontro agendado com a comunidade francesa no colégio Liceu Pasteur, na zona sul da cidade.

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS