Pelo menos 25 mortos devido a chuvas fortes no sudeste do Brasil

- Publicidade -

Pelo menos 25 pessoas morreram a devido às fortes chuvas que atingiram diversos estados do sudeste do Brasil, como Rio de Janeiro e Espírito Santo, de acordo com o último balanço oficial.

O Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil informou, em comunicado, que 17 mortes ocorreram no estado vizinho do Espírito Santo, cinco a mais do que no balanço anterior divulgado no sábado à noite.

A maioria das vítimas (15) foi registrada em Mimoso do Sul, uma cidade com cerca de 25 mil habitantes que foi severamente afetada pelas condições climáticas adversas, iniciadas na noite de sexta-feira e resultando em inundações cujo nível só começou a baixar no domingo. O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, descreveu a situação em Mimoso do Sul como “caótica”, com equipes de resgate descobrindo mais corpos após o desabamento de várias residências. Outras duas mortes foram registradas na localidade próxima de Apiacá.

Casagrande relatou que aproximadamente 5.200 pessoas foram deslocadas de suas residências no estado e que as chuvas intensas transformaram áreas como Apiacá e Bom Jesus do Norte em “zonas de desastre”.

No estado vizinho do Rio de Janeiro, oito mortes foram registradas em Petrópolis, Teresópolis, Santa Cruz da Serra e Arraial do Cabo, principalmente devido a deslizamentos de terra em áreas montanhosas, conforme relatado pelo governo estadual. Autoridades informaram que quatro pessoas faleceram devido ao desabamento de uma residência e de um pequeno prédio em Petrópolis, localizada a aproximadamente 70 quilômetros da capital do estado.

Escolas públicas foram transformadas em abrigos, conforme anunciado por uma comissão de emergência estabelecida pelo governo local e pelas equipes de resgate.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva em uma mensagem postada durante a madrugada de domingo nas redes sociais, expressou sua solidariedade às famílias das vítimas e afirmou que o governo está colaborando com as autoridades locais para “proteger, prevenir e reparar” os danos causados pelas enchentes.

A tempestade foi causada pela chegada de uma frente fria que causou estragos ao longo da semana no estado do Rio Grande do Sul, afetando posteriormente São Paulo e Rio de Janeiro, antes de atingir o Espírito Santo, explicaram os meteorologistas do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

As previsões do Inmet indicavam uma “tempestade severa”, principalmente no Rio, com uma precipitação de 200 mm de chuva por dia entre sexta-feira e domingo. Esta tempestade ocorreu após uma onda de calor na região, que resultou em uma sensação térmica de 62,3ºC no Rio de Janeiro no domingo.

 

Leia Também: Espírito Santo tem 15 mortes por causa das chuvas

Leia Também: Chuva deixa 8 mortos após enchentes e deslizamentos no RJ

 

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS