Sobe para sete o número de mortos em acidente durante procissão em Pernambuco

- Publicidade -

Sete pessoas – três homens e quatro mulheres entre 21 e 75 anos – morreram na tarde deste domingo de Páscoa, dia 31, após um micro-ônibus desgovernado atropelar fiéis em uma procissão que era realizada em Jaboatão dos Guararapes, cidade da região metropolitana de Recife, em Pernambuco.

O acidente aconteceu na tarde deste domingo, na avenida Barretos de Medeiros, no bairro Marcos Freire, região periférica da cidade. A atualização do número de mortos ocorreu na manhã desta segunda-feira, dia 1º.

De acordo com o major Rafael Silva, supervisor de operações do Corpo de Bombeiros de Pernambuco, o motorista do micro-ônibus perdeu o controle da direção e acabou atingindo os fiéis que participavam da procissão.

Das sete pessoas que morreram, duas vítimas foram a óbito logo após o choque com o veículo. Outras duas chegaram a passar pela processo de reanimação por agentes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiram e morreram no local.

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou a morte de outras três vítimas que haviam sido atendidas nas Unidades de Pronto-Atendimento (UPA) Imbiribeira, Ibura e no Hospital da Restauração.

A central de operações dos Bombeiros, segundo o major, recebeu a informação de que 26 pessoas teriam sido vítimas do atropelamento. Em nota, a corporação não precisou o número de feridos, mas informou que as pessoas atingidas no episódio foram encaminhadas para a rede de saúde da região metropolitana de Recife.

Ao Estadão, o major Silva relatou também que o motorista do micro-ônibus fugiu do local após o acidente. “Quando a gente chegou no endereço do sinistro, o ônibus (micro-ônibus) estava parado, as vítimas atropeladas e o motorista já não se encontrava no local.”

O micro-ônibus faz parte da rede de transporte público auxiliar de Jaboatão dos Guararapes, que conduz moradores da periferia da cidade para as chamadas “integrações”, de onde partem outros ônibus para outros regiões mais centrais, como Recife.

O major Silva afirma que veículo tinha permissão para tráfego e estava regularizado para transitar na Barretos de Medeiros, mas não soube dizer se a via estava bloqueada para a procissão e se o condutor teria desrespeitado esse bloqueio.

A reportagem perguntou à Polícia Civil se a possível omissão de socorro do condutor do micro-ônibus está sendo investigada, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.

Em nota, a prefeitura do município afirma que o veículo envolvido no acidente se encontra em situação regular. “Tendo laudo de inspeção técnica veicular do Inmetro realizada há cinco meses, com validade anual. A documentação do micro-ônibus e do permissionário também estão regulares”, diz o comunicado.

O prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Mano Medeiros (PL), se manifestou enquanto a ocorrência estava sendo acompanhada. “Nossas equipes já estão no local, fornecendo assistência às vítimas e colaborando para garantir todo o apoio necessário neste momento difícil”, escreveu.

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco foi questionada sobre a quantidade de feridos atendidos nas unidades hospitalares, mas também não retornou até a publicação deste texto.

Além de Samu e Bombeiros, também atenderam a ocorrência a Polícia Militar, Polícia Civil, o Instituto de Criminalística (IC), o Instituto Médico Legal (IML) e a Guarda Civil Municipal.

Leia Também: MEC notifica universidades que têm cursos de medicina sem autorização

 

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS