Papa anuncia visita a Ásia e Oceania em setembro, maior viagem desde sua eleição

- Publicidade -

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O papa Francisco irá a Indonésia, Papua-Nova Guiné, Timor Leste e Singapura em setembro deste ano, anunciou o Vaticano nesta sexta-feira (12). Se nenhuma outra visita do mesmo porte for agendada até lá, será a viagem mais longa desde sua eleição como pontífice, em 2013.

O giro vai acontecer entre os dias 2 e 13 de setembro e começa em Jacarta. Em seguida, o papa visitará Papua-Nova Guiné, Timor Leste, e Singapura, afirma um comunicado divulgado pelo diretor de imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni. O Vietnã, que havia sido ventilado como um possível destino durante a viagem de quase duas semanas por Ásia e Oceania, não foi mencionado.

Caso nenhuma outra visita ocorra nesse período, será a primeira viagem ao exterior do papa em um ano –um grande desafio para o argentino de 87 anos. A última jornada internacional do líder católico foi no final de setembro do ano passado, em uma estadia de dois dias em Marselha, na França. Em novembro, ele desistiu de uma viagem para a COP28, em Dubai, por causa de uma inflamação pulmonar.

O anúncio acontece apenas alguns dias depois de a saúde de Francisco voltar a ser motivo de preocupação. Na Sexta-Feira Santa, em 29 de março, o pontífice teve que cancelar na última hora sua participação na Via Crúcis. Dias antes, no Domingo de Ramos, ele também não teve condições de pronunciar a homilia prevista.

A viagem é ambiciosa para o líder da Igreja Católica, pois envolve mais de 30 horas de voo, uma diferença de fuso de oito horas e uma série de encontros e missas.

A Indonésia, país com a maior população muçulmana do mundo, afirmou nesta sexta em um comunicado que a visita importa “não apenas para os católicos, mas também para todas as comunidades religiosas”. Os 8 milhões de católicos do país representam cerca de 3% dos habitantes totais.

Timor-Leste, uma ex-colônia portuguesa ocupada pela Indonésia entre 1975-1999, é o único país predominantemente católico da Ásia ao lado das Filipinas. Já em Singapura, os católicos representam cerca de 7% dos residentes com 15 anos ou mais, segundo um censo de 2020, enquanto em Papua-Nova Guiné, cerca de 26% da população são católicos, de acordo com um relatório de liberdade religiosa do Departamento de Estado dos EUA.

Primeiro papa do chamado Sul Global, Francisco tem como uma das prioridades de seu pontificado ampliar o alcance à Ásia. Ele também expressou o desejo de viajar ao seu país natal, a Argentina, que não visita desde sua eleição, há 11 anos.

Sua agenda este ano também prevê viagens diárias pela Itália a Veneza em 28 de abril, Verona em 18 de maio e Trieste em 7 de julho. Há ainda uma visita à Bélgica, ainda sem confirmação de datas, mas que deve acontecer na segunda metade de setembro.

Desde sua eleição, o pontífice fez 44 viagens ao exterior.

Apesar de uma grande cirurgia abdominal em 2023, Francisco continua trabalhando em um ritmo muito exigente no Vaticano, onde às vezes recebe até dez pessoas em uma única manhã. Nos últimos meses, ele tem sofrido intermitentemente com o que o Vaticano descreve como um resfriado, bronquite e gripe, e precisado de uma cadeira de rodas ou uma bengala para se locomover devido a um problema no joelho.

Fique por dentro!

Para ficar sabendo de tudo que acontece em Campos e região, siga o nosso instagram @ClickCampos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS