Home Blog

Polícia investiga descoberta de 8 corpos de mulheres em lixeira no Quênia

0

Os corpos de oito mulheres foram encontrados em uma lixeira de um bairro de lata ao sul de Nairóbi, anunciou hoje a polícia, que investiga possíveis conexões com seitas, assassinos em série ou médicos envolvidos em atos ilícitos.

 

A descoberta macabra dos corpos mutilados e desmembrados, colocados em sacos plásticos na lixeira em Mukuru, causou indignação no país.

O chefe interino da polícia nacional, Douglas Kanja, informou que os seis primeiros corpos foram encontrados na sexta-feira e outras partes de corpos foram descobertas no sábado. As investigações preliminares indicam que todos são de mulheres.

Os corpos “desmembrados” estão “em diferentes estados de decomposição”, disse Kanja em uma conferência de imprensa, acrescentando que as investigações estão em andamento.

O chefe da polícia pediu a cooperação da população para que os autores “desses atos hediondos” sejam levados à justiça.

As vítimas, todas mulheres, tinham entre 18 e 30 anos e foram mortas pelo mesmo método, declarou Amin Mohammed, chefe da direção de inquéritos criminais.

“Estamos lidando com uma seita associada a atividades criminosas, estamos diante de assassinos em série?”, questionou Amin Mohammed na conferência de imprensa conjunta com Kanja. “Podemos até ter um caso de médicos desonestos envolvidos em atividades criminosas”, sugeriu.

No ano passado, o Quênia foi abalado pela descoberta de valas comuns no sudeste do país, contendo os corpos de vários seguidores de uma seita que os forçou a jejuar até a morte. O chefe da seita, Paul Nthenge Mackenzie, está atualmente sendo julgado por terrorismo.

A polícia está comprometida em realizar “investigações transparentes, minuciosas e rápidas”, acrescentou Kanja, destacando que os agentes da delegacia próxima ao local onde os corpos foram encontrados foram transferidos para outras áreas.

Na sexta-feira, a autoridade independente de supervisão policial anunciou que estava investigando se a polícia poderia estar envolvida nos assassinatos.

“Os corpos, embrulhados em sacos e amarrados com cordas de nylon, tinham marcas visíveis de tortura e mutilação”, detalhou a autoridade de supervisão, destacando que a lixeira está situada a menos de 100 metros de um posto policial.

A autoridade independente também está tentando esclarecer alegações de sequestros e detenções ilegais de manifestantes que desapareceram após os recentes protestos contra os aumentos de impostos governamentais. No entanto, ainda não estabeleceu nenhuma ligação entre os desaparecidos e os corpos abandonados na lixeira.

 

Leia Também: Menina de 9 anos morre com tiro acidental de arma do pai em SP, segundo a polícia

Karoline Lima é pedida em casamento com aliança improvisada por Léo Pereira

0

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Karoline Lima foi pedida em casamento por Léo Pereira neste sábado (13). O pedido foi improvisado e teve até aliança emprestada.

 

A influenciadora aceitou o pedido em uma brincadeira com o namorado. Eles estavam aproveitando um descanso em um parque aquático quando ele a pediu em casamento.

O pedido foi feito com a aliança de uma amiga. A famosa disse que o amava e ele questionou se eles iam casar. Após ela responder que teria quantos filhos ele quisesse, o jogador de futebol tirou a aliança do bolso.

No final, a amiga do casal pediu a aliança de volta. Ela retrucou: “Roubaram minha aliança de noivado, agora precisamos de uma oficial”.

Leia Também: Charlize Theron junta famosos em evento solidário; veja o look da atriz

Melania chama suspeito de atirar contra Trump de monstro e pede unidade nacional

0

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – A ex-primeira-dama americana Melania Trump divulgou uma carta neste domingo (14) em que chama de monstro o suspeito de atirar contra seu marido, o ex-presidente Donald Trump, na véspera durante um comício na Pensilvânia.

 

Trump foi ferido na orelha, mas foi retirado do palco pelo Serviço Secreto e passa bem. Antes de deixar o comício, ainda com sangue no rosto, o republicano levantou o punho e disse a seus apoiadores: “Lutem, lutem”.
Já o atirador foi morto por agentes de segurança no local.

No texto de Melania, divulgado na rede Truth Social, criada por seu marido, ela fez um apelo pela unidade para além das divisões políticas nos EUA. “América, o tecido da nossa gentil nação está rasgado, mas nossa coragem e nosso bom senso precisam se sobrepor a isso e nos juntar novamente”, escreveu.

“Quando eu vi aquela bala violenta atingir meu marido, Donald, percebi que minha vida, e a vida de Barron [filho de Melania e Trump], estavam à beira de uma mudança devastadora.”

Ela também prestou solidariedade às demais vítimas do tiroteio. Um participante do comício foi morto, e outros dois estão feridos em estado grave.

“Um monstro que via o meu marido como uma máquina política desumana tentou silenciar a paixão de Donald –sua risada, sua criatividade, seu amor pela música e sua inspiração. As principais facetas da vida do meu marido –seu lado humano– foram enterradas sob a máquina política. Donald, o homem generoso e atencioso com quem eu atravesso os melhores e os piores tempos”, escreveu ela.

Ao fazer um apelo por unidade, ela disse que a política americana é apenas uma das formas que podem ajudar a melhorar a vida nas comunidades.

“Vamos todos lembrar que, quando chegar o momento de olhar para além da esquerda e da direita, para além do vermelho e do azul [cores dos partidos Republicano e Democrata], nós todos viemos de famílias com a paixão de lutar juntos por uma vida melhor enquanto estamos aqui neste reino terreno”.

Leia Também: Explosivos são encontrados no carro e na casa do atirador de Trump

Kamala Harris adia ato na Flórida após atentado contra Trump

0

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – A vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, adiou uma ato de campanha que faria na Flórida na terça-feira (16). O gesto é em reação ao ataque contra o ex-presidente Donald Trump em comício no sábado (13).

 

Kamala participaria de uma roda de conversa com mulheres republicanas em Palm Beach, na Flórida. O foco do ato de campanha seria debater a visão de Trump sobre os direitos reprodutivos femininos.

Kamala afirmou que ela e seu marido estavam aliviados por Trump “não ter sido gravemente ferido”. Ela também disse que uma “violência como essa não tem lugar” na nação.

Kamala Harris tem sido apontada como uma substituta do Partido Democrata na corrida pela Casa Branca. Na sexta (12), Trump afirmou que seria mais fácil derrotar a atual vice-presidente do que Biden.

COMO FOI O ATENTADO

O ex-presidente dos EUA Donald Trump ficou ferido na orelha após tiros serem disparados. Ele discursava em um comício neste sábado (13) em Butler, na Pensilvânia.

Duas pessoas morreram, sendo uma delas o atirador. A ação está sendo investigada como uma possível tentativa de assassinato. De acordo com Anthony Guglielmi, chefe de comunicações do Serviço Secreto, o atirador disparou vários tiros de uma “posição elevada” fora do comício. Ele foi “neutralizado” por agentes. Um participante do comício foi morto e outras duas pessoas estão gravemente feridas.

Em uma rede social, Trump disse que um tiro atravessou a parte superior da sua orelha. “Senti a bala rasgando a pele”, escreveu.

Trump discursava no momento do ataque. O ex-presidente falava ao microfone, quando é possível ouvir os tiros. Trump leva a mão à orelha e se abaixa. Em seguida, agentes do Serviço Secreto correm para protegê-lo no palanque.

Depois, Trump é erguido pelos agentes. Enquanto é retirado pelos seguranças, ergue o punho em direção à multidão. Imagens mostram a parte superior da orelha de Trump sangrando.

Um porta-voz disse que o ex-presidente “está bem”. “O presidente Trump agradece às autoridades policiais e aos socorristas por sua ação rápida durante esse ato hediondo. Ele está bem e está sendo examinado em um centro médico local”, disse Steven Cheung. No final da noite, a agência de notícias Bloomberg informou que o ex-presidente havia recebido alta.

O atirador foi morto pelo Serviço Secreto. De acordo com Anthony Guglielmi, chefe de comunicações do órgão, o atirador disparou vários tiros de uma “posição elevada” fora do comício. Ele foi “neutralizado” por agentes do Serviço Secreto.

O atirador estaria em cima de telhado. Segundo a CNN, duas fontes policiais disseram que o atirador estava em um telhado. O promotor do condado de Butler, Richard Goldinger, disse que seu principal detetive informou que o atirador estava em um prédio próximo ao local.

O presidente e candidato à reeleição, Joe Biden, se solidarizou com Trump. Ele escreveu no X que está “grato” por Trump estar bem. “Estou rezando por ele e sua família e por todos aqueles que estiveram presentes no comício, enquanto aguardamos mais informações.”

O filho de Trump disse que pai está de “ótimo humor”. O filho mais velho do ex-presidente, Donald Trump Jr., disse que falou com o pai por telefone e que ‘ele está de ótimo humor’. ‘Ele nunca vai parar de lutar para salvar a América, não importa o que a esquerda radical jogue contra ele,’ disse sobre seu pai em um comunicado.

O ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro e outros aliados de Trump prestaram apoio ao candidato republicano. “Nossa solidariedade ao maior líder mundial do momento. Esperamos sua pronta recuperação. Nos veremos na posse”, disse Bolsonaro. O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que ficou “chocado” com o incidente.

O presidente Lula classificou o episódio como “inaceitável”. “O atentado contra o ex-presidente Donald Trump deve ser repudiado veementemente por todos os defensores da democracia e do diálogo na política. O que vimos hoje é inaceitável”.

Leia Também: Trump lamenta morte de apoiador e diz ‘estar ansioso’ para falar ao público

Leia Também: Quem era Thomas Matthew Crooks, o jovem que disparou contra Trump?

Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

0

O presidente da República da Itália, Sergio Mattarella, chega neste domingo (14) ao Brasil para uma visita de cinco dias. Na primeira viagem de um chefe de Estado italiano ao país em 24 anos, os destaques serão o aniversário de 150 anos da imigração italiana no Brasil e o diálogo entre dois grandes fóruns multilaterais, já que o Brasil preside o G20 (grupo das 20 maiores economias do planeta) e a Itália, o G7 (grupo dos sete países democráticos mais ricos).

 

Outros temas de interesse são o acordo Mercosul–União Europeia, o enfrentamento às mudanças climáticas, a transição energética, o combate à fome e à desigualdade e a proposta brasileira de taxação de super-ricos, carro-chefe da presidência brasileira no G20. A visita ocorre em caráter de reciprocidade. Em junho, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva viajou à Itália, onde o Brasil participou, como convidado, da reunião do G7.

Também está previsto que Mattarella assine a renovação do acordo sobre o reconhecimento recíproco de carteiras de habilitação. Está prevista também a assinatura de memorandos de entendimento entre a Universidade de Turim e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Além de Brasília, o presidente italiano visitará o Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador.

A visita de Mattarella ocorre em um momento de reaproximação entre os dois países. No fim dos anos 2000, Brasil e Itália enfrentaram tensões no processo de extradição do terrorista Cesare Battisti, além de divergências em pontos de vista sobre as guerras na Ucrânia e em Faixa de Gaza.

O processo de reconhecimento da cidadania italiana de brasileiros descendentes de imigrantes é outro foco de tensões. Nos últimos meses, houve denúncias de irregularidades em processos de reconhecimento e reclamações de prefeituras italianas de excesso de processos judiciais de brasileiros.

A reaproximação, no entanto, tem mais efeito simbólico e diplomático. Isso porque, no regime parlamentarista italiano, o presidente da República tem papel simbólico em vários assuntos. Desde 2022, o país é governado por uma coalizão de direita e de extrema-direita comandada pela primeira ministra Giorgia Meloni. A Itália, por exemplo, não apoia a proposta de taxação dos super-ricos.

A visita começa em Brasília, onde o presidente italiano desembarca neste domingo à noite. Na segunda-feira (15), Mattarella e Lula terão uma reunião de trabalho às 10h30. Os dois assinarão atos conjuntos e darão declarações à imprensa. Em seguida, almoçarão no Itamaraty.

Na terça-feira (16), Mattarella irá ao Rio Grande do Sul, um dos principais redutos de imigrantes italianos no Brasil, onde levará uma mensagem de solidariedade à população afetada pelas enchentes no estado. Segundo a Embaixada da Itália no Brasil, o país europeu enviou mais de 25 toneladas de itens de ajuda humanitária e de equipamentos ao estado.

Acompanhado do governador Eduardo Leite e do presidente Lula, Mattarella visitará o Centro Humanitário de Acolhimento Recomeço, em Canoas. Existe a possibilidade de que o presidente italiano visite a cidade de Santa Tereza, no vale do Rio Taquari, um dos municípios mais afetados pelas chuvas.

Na quarta-feira (17), o presidente italiano estará em São Paulo. Na capital paulista, visitará o Museu da Imigração e a organização Arsenal da Esperança, administrada pelo Serviço Missionário Jovem de Turim, que fornece ajuda à população sem-teto. Às 16h, ele se reunirá com cerca de 200 representantes da comunidade italiana no Circolo Italiano San Paolo.

Na quinta-feira (18), Mattarella irá ao Rio de Janeiro, onde discursará no Centro Brasileiro de Relações Internacionais. Na sexta-feira (19), o chefe de Estado italiano encerra a viagem em Salvador, com uma visita à Comunidade Franciscana de Betânia.

A Itália tem cerca de 1 mil empresas italianas que geram 150 mil empregos diretos no Brasil, mas as relações podem se expandir. Em 2023, a Itália ficou em 18º lugar entre os principais investidores estrangeiros no Brasil, segundo o Banco Central (BC) brasileiro. No ano passado, as empresas italianas investiram US$ 319 milhões no país, contra US$ 2,492 bilhões das empresas da Espanha, o quarto maior investidor no Brasil no mesmo período.

As trocas comerciais entre os dois países também têm potencial de aumento. De janeiro a junho deste ano, o Brasil importou US$ 870,4 milhões a mais do que exportou para a Itália. O país europeu foi apenas o 14º maior destino das mercadorias brasileiras e ficou em 6º lugar no ranking de importações.

As vendas para a Itália são dominadas pelas commodities (bens primários com cotação internacional), com as compras lideradas por produtos manufaturados. Nas exportações, os principais produtos vendidos para a Itália no primeiro semestre foram celulose, café não torrado e soja.

Nas importações, os principais destaques foram medicamentos (veterinários e não veterinários), partes e acessórios de veículos, produtos industrializados e máquinas para a indústria.

Leia Também: Menina de 9 anos morre com tiro acidental de arma do pai em SP, segundo a polícia

 

Renato manda recado à torcida após vitória e mostra pessimismo com retorno do Grêmio à Arena

0

O técnico Renato Gaúcho se mostrou um pouco mais aliviado após a classificação do Grêmio às oitavas de final da Copa do Brasil, com a vitória sobre o Operário-PR por 3 a 1, neste domingo, em Caxias do Sul. Em entrevista coletiva depois do duelo, o treinador prometeu novamente que vai tirar o clube da situação em que se encontra.

 

“Essa vitória de hoje é pra nossa torcida por sempre nos incentivaram. A gente sabe que temos que melhorar e com certeza a equipe vai sair dessa”, disse Renato, que mostrou pessimismo com um possível retorno do Grêmio à Arena em breve.

“O único clube que não joga em casa é o Grêmio, a Arena é um ponto extremamente forte nosso. O único remédio (para nossa recuperação) é a Arena. Nossa torcida vem, nos apoia aqui em Caxias e agradecemos muito, mas jogar em nossa casa é primordial para nós. Eu quero jogar na Arena. Meu grupo quer jogar na Arena. O presidente está correndo atrás, mas a Arena no momento infelizmente não está em condições ideais ainda. Queremos voltar o quanto antes, mas a decisão é do presidente.”

Renato, no entanto, acredita que a confiança da vitória vai dar uma outra cara ao time para a sequência da temporada. O Grêmio está na zona de rebaixamento do Brasileirão, fato que vem pressionando o clube em seus últimos compromissos.

“Confiança é tudo. Às vezes a pressão faz com que o jogador perca a confiança que ele precisa para jogar. Mas esperamos que com a vitória de hoje e a classificação sirva para nos dar confiança na retomada do Brasileirão”, completou o treinador, que descartou priorizar um dos campeonatos.

“Não temos uma prioridade, vamos pensar jogo a jogo. Hoje foi a classificação, amanhã já estaremos pensando no confronto contra o São Paulo no meio de semana válido pelo Brasileirão e assim vai sendo. Vai ser jogo a jogo”.

Com apenas 11 pontos no Brasileirão, na 18ª posição, o Grêmio volta a campo contra o São Paulo na quarta-feira, às 20h, no Morumbis, pela 17ª rodada.

 

Suspeito de lavar R$ 2 mi, Nego Di disse estar ‘preparado’ antes de prisão

0

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Nego Di se pronunciou após ser alvo de operação que apura lavagem de R$ 2 milhões com rifas virtuais antes de ser preso neste domingo (14).

 

O ex-BBB disse que estava preparado para o que aconteceu. “Estou aqui para dizer que eu e minha esposa estamos bem! Está tudo bem, graças a Deus. Estávamos preparados para o que aconteceu ontem. Nós sabíamos que iria acontecer mais cedo ou mais tarde, e todo mundo sabe o porquê do que aconteceu ontem”, escreveu no X (antigo Twitter) no sábado (13).
Ele apontou que provará tudo o que precisar. “Muito obrigado por todas as mensagens de carinho, e podem ter certeza de que meu trabalho e minha vida não vão parar. Estamos juntos, amo muito vocês e no processo, provaremos tudo o que tiver que provar! Seguimos de pé e com Deus no coração sempre!”, reforçou.

Nego Di foi preso em Santa Catarina por estelionato.De acordo com a RBS, ele é suspeito de lesar pelo menos 370 pessoas com a venda de produtos por meio de uma loja virtual. A investigação apontou que os produtos nunca foram entregues. O MP-RS confirmou a prisão à reportagem.

Leia Também: Nego Di é preso por golpe que causou prejuízo de R$ 5 milhões

 

Camaleoa e ousada? A evolução do estilo de Katy Perry

0

A cada aparição pública, Katy Perry costumava chamar a atenção pelos looks ousados, glamourosos e modernos. Camaleônica, a diva pop lançou tendências, mas é preciso reconhecer que ela já escorregou em algumas escolhas de moda. Por sinal, você se lembra que já houve uma época que a cantora apostou em figurinos recatados?

 

Em homenagem à estrela listamos os seus melhores modelitos – e também os mais estranhos!

Do início da fama até a atualidade, relembre as produções mais icônicas de Katy Perry! Clique a seguir na galeria!

 

Matthew McConaughey já está recuperado após mostrar olho inchado

0

Matthew McConaughey parece estar completamente recuperado do olho inchado após ser picado por uma abelha.

 

O ator participou na reunião anual de verão da Associação Nacional de Governadores na sexta-feira, em Salt Lake City, Utah, para discutir política. No entanto, alguns meios de comunicação internacionais notaram que seu olho já estava recuperado.
 
 

Matthew McConaughey for Governor? McConaughey recently attended and spoke at the National Governors Association Meeting, and he stated that he’s been learning the ins and outs of holding political office for the past 6 years. Would he be a valid candidate? pic.twitter.com/A9VxtjBlYY

— Native Texans (@NativeTXNS) July 12, 2024

Na quarta-feira, 10 de julho, McConaughey havia postado uma foto em seu Instagram mostrando o olho inchado, explicando que foi devido a uma picada de abelha.

O evento também contou com a presença de Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, que fez um apelo: “A única coisa que pedimos é apoio suficiente”.

Leia Também: Viúvo de diretora morta em set recorrerá da anulação do julgamento de Alec Baldwin

Atentado com carro deixa quatro feridos em estação de ônibus em Israel

0

Quatro pessoas ficaram feridas em uml atentado com um carro que avançou contra pedestres em uma estação de ônibus no cruzamento de Nir Tzvi, no centro de Israel.

 

De acordo com o Hospital Asaf Harofeh, citado pelo The Times of Israel, duas pessoas estão em estado grave e outras duas sofreram ferimentos leves a moderados.

O agressor foi atingido a tiros pela polícia, que estava nas proximidades, e encontra-se em estado crítico.

As autoridades identificaram o suspeito como “um homem de Jerusalém Oriental”.
 

There was a terrorist car ramming and shooting attack now in Nir Tzvi junction by Be’er Yaakov / Tsrifin (central Israel)

2 people aged 20 have been seriously injured in the attack

From Documenting Israel pic.twitter.com/JvONvXScQz

— Matthew Feinberg (@thewebbie) July 14, 2024

Leia Também: Guerra Israel-Hamas faz EUA e aliados reduzirem pressão para G20 condenar Rússia

Larissa Bocchino revela batalha para virar protagonista de "No Rancho Fundo"

0

(FOLHAPRESS) – As cenas dos próximos capítulos de “No Rancho Fundo” prometem uma Quinota cada vez mais determinada. É um exemplo da mocinha contemporânea das novelas –mais dona de si e independente do que sofredora ou submissa.

 

Nada que fuja muito da personalidade de sua intérprete Larissa Bocchino, 26. Mineira, ela se acha romântica como a protagonista criada por Mário Teixeira e deseja também um futuro sem, necessariamente, ter alguém ao seu lado. “Somos fiéis a nós mesmas”.

Para o público, a novela “No Rancho Fundo” marca a estreia de Larissa na teledramaturgia, e logo como a atriz que encabeça o elenco –ela está em “Guerreiros do Sol”, de George Moura e Sergio Goldenberg, já gravada, mas com estreia prevista para 2025, no Globoplay.

“É um peso dramatúrgico enorme, mas sempre esperei por esse momento”, diz. “Quero fazer isso para o resto da minha vida”, afirma a atriz, que não teve moleza para chegar ao papel principal de uma novela de sucesso da maior emissora do país

Antes de atuar nas produções da Globo, Larissa participou do concurso “Uma Nova Estrela para o Brasil”, do programa Faustão na Band, em 2022. A competição tinha como objetivo escolher uma atriz para a novela “Beleza Fatal”, da HBO Max que, na época, era chamada de “Segundas Intenções”.

“Foi um concurso com mais de 600 meninas. Ganhei, mas a novela mudou o cronograma e não consegui fazer. Fiz outros testes também que as personagens caíram”. Larissa chegou a pensar em desistir da carreira, mas aguentou firme e perseverou, apesar de já ter até um plano B.

“Sempre soube que, se não trabalhasse como atriz, eu trabalharia com arte de alguma forma”, diz ela que é formada em Teatro, Música e Letras (português/italiano) e tem uma produtora. “Dirigi meu primeiro curta, que tem estreia prevista para o ano que vem. Escrevi um roteiro que foi aprovado na Lei Paulo Gustavo. Acho importante fazer arte em um país tão carente de cultura”.

Leia Também: Viúvo de diretora morta em set recorrerá da anulação do julgamento de Alec Baldwin

Bielsa faz novas críticas à organização da Copa América e exalta atuação de Suárez pelo Uruguai

0

Após a confirmação do terceiro lugar do Uruguai na Copa América, na vitória nos pênaltis sobre o Canadá, no último sábado, o técnico Marcelo Bielsa voltou a criticar a organização do torneio. O treinador já havia demonstrado incômodo com os campos de treinamentos, e fez um longo desabafo sobre possíveis punições aos jogadores uruguaios pela briga com colombianos na semifinal da competição. Ele também se recusou a saber da repercussão de suas falas.

 

“As repercussões não sei quais foram. Faz tempo, anos, que deixei de ler o que se publica sobre mim e o que digo. Quando alguém tem essa presença pública, termina se intoxicando consigo mesmo. O que posso dizer é que nada do que eu disse pode ser interpretado como algo que não é certo. Quem se exalta perde parte da razão, mas repassei mentalmente o que disse, e creio que não são coisas discutíveis. Me permito afirmá-lo, porque se não fosse certo o que eu disse, seria uma vergonha. Tudo o que disse é certo e verificável”, afirmou o treinador em coletiva de imprensa.

Além de disparar contra a organização da Copa América e afirmar que espera por uma retaliação, Bielsa aproveitou o momento para elogiar o atacante Luis Suárez, que fez um dos gols no empate por 2 a 2. Ele foi responsável por forçar o duelo para os pênaltis.

“O nível que ele mostrou nos minutos que jogou, o nível técnico e físico nos treinos, não o posicionam longe de aspirar por compartilhar a titularidade na posição de centroavante. Está em condições de disputar esse espaço legitimamente. Hoje, no segundo tempo, teve uma atuação satisfatória e, além do gol, encabeçou alguns ataques que nos permitiram dominar as passagens do jogo e gerar situações. – É um jogador que eu nunca tinha comandado. Ter compartilhado esse tempo confirma a imagem de um jogador superior, de um grande companheiro. Foi, para todos nós, um apoio muito grande”, disse.

Luis Suárez tem 37 anos e deixou no ar a possibilidade de se despedir da seleção do Uruguai após a Copa América. Na coletiva, Bielsa deu a entender que conta com o experiente atacante para a sequência das Eliminatórias para a Copa do Mundo. O atleta está no Inter Miami, mesma equipe de Lionel Messi, seu ex-companheiro de Barcelona.

O próximo compromisso da seleção uruguaia é justamente nas Eliminatórias. A equipe de Bielsa tem dois compromissos em setembro, contra Paraguai, em casa, e Venezuela, fora.

Leia Também: Grêmio enfrenta Operário-PR para evitar a eliminação na Copa do Brasil 

Após cirurgia de emergência, Pitty volta a fazer show, mas sentada

0

(FOLHAPRESS) – A cantora Pitty, 46, se apresentou sentada em um banquinho na noite de sábado (13), no quinto dia do Festival de Inverno do Rio, na Marina da Glória. Ela ainda se recupera de um procedimento cirúrgico.

 

No começo do mês, após passar por uma cirurgia em local não revelado, Pitty cancelou três shows que faria nos próximos dias. A assessoria de imprensa da cantora confirmou a informação por meio das redes sociais dela.

Por isso, as apresentações no Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, que ocorreriam dos dias 4 a 6 de julho, tiveram de ser canceladas.

Sem entrar no mérito do teor da cirurgia em si, Pitty falou sobre a volta aos palcos. “Esse é um formato inusitado definido aos 45 do segundo tempo para que nós pudéssemos estar aqui. Desistir nunca foi uma opção.”

E brincou com o público: “Eu confesso que eu estava quase chamando o MST para fazer uma reintegração de posse desse corpo, mas eu acredito que a gente vai conseguir fazer isso juntos aqui hoje”, emendou.

Pelas redes sociais, após o show, a artista baiana agradeceu. “Diferente, intimista e possível. Improvisado com tanto amor. Obrigada por estar comigo hoje, Rio”, escreveu numa postagem.

 

Alcaraz enfatiza início de caminhada e comemora conquista de Wimbledon; Djokovic se emociona

0

A emoção estava evidente no semblante de Carlos Alcaraz e Novak Djokovic após o duelo entre os dois na decisão de Wimbledon. O espanhol, que venceu o torneio pela segunda vez consecutiva, ao fazer 3 a 0, com parciais de 6/2, 6/2 e 7/6 (7/4), comemorou o feito, mas enfatizou o fato de estar apenas em seu início de carreira e que precisa manter o nível para se tornar um dos maiores vencedores do esporte.

 

“Estou apenas construindo meu caminho, minha jornada, minha carreira. Obviamente considero campeões, os grandões, que ganharam 14, 15, 20 Grand Slams, esses caras estão comendo na grande mesa. É claro que quatro Grand Slams, dois de Wimbledon, não vou mentir, é uma grande conquista perceber as coisas que estou fazendo. Mas quero continuar, construindo uma boa jornada, e espero um dia poder ficar na mesma prateleira desses campeões”, afirmou.

Alcaraz foi arrasador neste domingo e dominou Djokovic principalmente nos dois primeiros sets. O último e decisivo foi mais equilibrado, mas o espanhol conseguiu controlar o nervosismo e se manteve sério para conseguir vencer o rival pela segunda vez em Wimbledon, já que os dois reeditaram a final de 2023.

“É um sonho para mim ganhar este troféu. Levantar esse troféu incrível, já disse antes, para mim este é o torneio mais bonito, a quadra mais bonita e o troféu mais bonito. Foi um início de jogo muito difícil para ele e aproveitei ao máximo para realizar mais esse feito”, completou.

Djokovic também deu um discurso emocionante e se mostrou orgulhoso, apesar de estar decepcionado em perder a final e a chance de empatar com Roger Federer como o maior vencedor de Wimbledon, com oito conquistas.

“Tenho que estar muito orgulhoso. Obviamente há um pouco de decepção agora, dez minutos após o término da partida. Ao refletir sobre o que passei nas últimas 5 semanas, juntamente com os membros da minha equipe e familiares, devo dizer que estou muito satisfeito. Sempre quis estar aqui. Tento me lembrar de quão surreal é a sensação de estar aqui. Cada vez que piso nesta quadra, parece que é a primeira vez. Sou uma criança vivendo meu sonho de infância mais uma vez”, afirmou.

Djokovic disputou a sua sexta final consecutiva de Wimbledon, evento que contou com a presença da princesa de Gales, Kate Middleton, que esteve acompanhada da Princesa Charlotte, sua filha. Ela fez a sua segunda aparição pública após o diagnóstico de câncer.

Leia Também: Alcaraz supera início ruim, vira contra americano e vai à semifinal de Wimbledon

Tite já prepara retorno de uruguaios para ‘encorpar’ o Flamengo no Brasileiro

0

O técnico Tite já tem em mente o retorno do quarteto uruguaio para reforçar o Flamengo no duelo contra o Criciúma, no próximo sábado, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

Os meias De La Cruz e Arrascaeta, e os laterais Vinã e Varela estão com a seleção uruguaia na Copa América, mas devem se reapresentar na segunda-feira para retomar os trabalhos no Ninho do Urubu.

Outro nome que Tite terá como opção é de Everton Cebolinha, que está recuperado de uma lesão e já treina normalmente com os companheiros em campo. Como Bruno Henrique está machucado, seu retorno ajuda o treinador a reforçar o setor ofensivo.

Após 16 rodadas, o Flamengo, que vem de derrota no Maracanã para o Fortaleza, ocupa a terceira colocação com 31 pontos, dois a menos do que Botafogo e Palmeiras, que duelarão na quarta-feira que vem, no Rio.

O retorno dos quatro atletas aumentam o leque de opções do treinador, que viu a equipe cair de produção nas últimas rodadas do Nacional em função do desgaste físico.

Além dos quatro uruguaios, o Flamengo também perdeu o volante Pulgar, que deixou o clube carioca para defender o Chile. Como os chilenos foram eliminados na fase de grupos, o jogador já se reapresentou ao clube e minimizou os problemas com desfalques.

Leia Também: Vila Nova e Avaí fazem confronto direto pelo G-4 da Série B

Explosivos são encontrados no carro e na casa do atirador de Trump

0

Material para fabricação de bombas foi descoberto no veículo e na residência de Thomas Matthew Crooks, o atirador que disparou contra o ex-presidente Donald Trump durante o ataque ocorrido no último sábado. Segundo informações da Associated Press, o carro conduzido pelo suspeito de 20 anos estava estacionado próximo ao local do comício em Butler, Pensilvânia.

 

Mas quem era Thomas Matthew Crooks?

O jovem morava a cerca de uma hora de distância do local do tiroteio, em Butler, e tinha um cadastro limpo. Segundo registros eleitorais da Pensilvânia, a que a CNN Internacional teve acesso, Crooks estava registrado como republicano. Esta seria a primeira eleição presidencial em que ele teria idade para votar. Aos 17 anos, ele fez uma doação de 15 dólares para a ActBlue, um comitê de ação política que arrecada fundos para políticos de esquerda e democratas, destinada ao Progressive Turnout Project, de acordo com um documento da Comissão Eleitoral Federal de 2021.

Após o ataque, o pai de Crooks, Matthew Crooks, 53, disse que estava tentando entender “o que estava acontecendo” e que “esperaria até falar com a polícia” antes de comentar sobre seu filho.

Segundo o Pittsburgh Tribune-Review, Crooks terminou o ensino médio em 2022 na Bethel Park High School e recebeu um prêmio de 500 dólares da Iniciativa Nacional de Matemática e Ciências. Um vídeo da cerimônia de formatura de 2022 mostra Crooks recebendo seu diploma sob alguns aplausos. Ele aparece de óculos, com a beca de formatura preta, posando para fotos com um funcionário da escola.

Autoridades na residência do atirador

Após a divulgação do nome do atirador, dezenas de veículos policiais foram vistos na residência de Crooks, conforme noticiado pelo USA Today. A área ao redor da residência foi isolada com fita amarela da polícia, e agentes do departamento de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos estavam no local. “É uma loucura que alguém possa fazer isso”, disse Dan Maloney, um morador local de 30 anos.

O que aconteceu?

Donald Trump, ex-presidente e candidato republicano às eleições presidenciais dos Estados Unidos, ficou ferido no sábado após um tiroteio em um comício em Butler, Pensilvânia. Duas pessoas morreram, incluindo o atirador. Após os tiros, Trump se abaixou rapidamente enquanto os serviços secretos o retiraram do palco. No momento em que foi retirado, ele ergueu o punho sob os aplausos de seus apoiadores, gritando: “Mantenham-se firmes”.

O ataque a Trump ocorreu durante seu último comício antes da convenção republicana, onde será oficialmente nomeado candidato do Partido Republicano às eleições de novembro para a Casa Branca. O ex-presidente foi “examinado em um centro médico local”, segundo o porta-voz da campanha, Steven Cheung. De acordo com a Associated Press, os agentes dos serviços secretos levaram cerca de dois minutos desde o primeiro tiro até Trump entrar no carro blindado.

Além das vítimas fatais, dois homens ficaram gravemente feridos. O tiroteio no comício de Trump está sendo investigado pelo FBI como uma tentativa de assassinato do ex-presidente.
 

Leia Também: Quem era Thomas Matthew Crooks, o jovem que disparou contra Trump?

Leia Também: Trump lamenta morte de apoiador e diz ‘estar ansioso’ para falar ao público

 

Ataque israelense a escola da ONU causa 13 mortos e 70 feridos

0

Pelo menos 13 pessoas morreram hoje em um bombardeio israelense contra uma escola da Agência das Nações Unidas para os Refugiados Palestinos (UNRWA) no acampamento de Nuseirat, no centro de Gaza, segundo fontes médicas citadas pela agência Efe.

 

Além dos 13 mortos, cerca de 70 feridos foram levados ao hospital Al Awda, em Nuseirat, após o ataque atingir a escola Abu Arban, onde centenas de deslocados buscavam refúgio dos combates no território palestino, onde mais de 38.500 pessoas morreram desde o início da guerra.

O exército israelense justificou o bombardeio da escola, alegando que ela “servia como esconderijo e infraestrutura de operações para planejar e realizar ataques contra as forças armadas”. Eles afirmaram ter utilizado munições de precisão e medidas adicionais para tentar mitigar o risco de ferir civis.

Adnan Abu Hasna, assessor de comunicação da UNRWA, afirmou que ninguém os alertou sobre a presença de militantes ou pessoas procuradas dentro da escola. Ele também mencionou que cerca de 550 pessoas já morreram em centros como este devido a ataques israelenses.

Além disso, desde 7 de outubro, 197 trabalhadores da UNRWA perderam a vida e 188 instalações da agência foram danificadas por ataques.

Este ataque ocorre após um bombardeio anterior em Mawasi, designado pelo exército israelense como “zona humanitária”, que resultou na morte de cerca de 90 pessoas e feriu outras 300, de acordo com o Ministério da Saúde de Gaza, controlado pelo Hamas.

Desde o início da guerra, um total de 38.584 palestinos morreram em Gaza, a maioria mulheres e crianças, e 88.991 ficaram feridos. Estes números não incluem as pessoas presas sob os escombros em todo o enclave.

 

Leia Também: Explosivos são encontrados no carro e na casa do atirador de Trump

Morre Sérgio Cabral, jornalista e pai do ex-governador do Rio, aos 87

0

(FOLHAPRESS) – O jornalista Sérgio Cabral morreu neste domingo (14), aos 87 anos. A informação foi confirmada por seu filho, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral.

 

“O meu pai acabou de falecer. Resistiu por três meses. Peço a vocês que orem pela alma dele, por tudo que ele fez para o Rio, pela música e pelo futebol”, disse o ex-governador nas redes sociais. “Divido com vocês essa dor da perda do meu pai.”

Em 1959, o Jornal do Brasil estava na moda. Mais do que um jornal, era uma referência e uma tendência que viria a ser copiada por outros veículos, na esteira da reforma implantada por Odylo Costa, filho, Jânio de Freitas, Amílcar de Castro, Reynaldo Jardim, entre outros.

Todo jornalista sonhava em trabalhar na sede da avenida Rio Branco, 110. Com 22 anos, Sérgio Cabral era um deles. Tanto fez, tanto insistiu, que conseguiu, tornando seu nome conhecido.

No Caderno B, o suplemento de cultura e variedades, começou a fazer, a partir de 1961, uma página semanal sobre música popular brasileira trazendo longas entrevistas com os pioneiros do samba. Nunca as páginas do Jornal do Brasil, uma publicação conservadora e ligada à tradição católica, havia estampado tantas fotos de pretos e mulatos: Ismael Silva, Bide, Carlos Cachaça, Cartola, Bucy Moreira, Alvarenga, Alvaiade, Aniceto.

A condessa Pereira Carneiro, dona do jornal, o apoiava. Ao encontrá-lo na redação, perguntou: “Mas você é o Sérgio Cabral? Tão novo…”, e lhe deu um abraço e um beijo.

O trabalho no JB se transformou no primeiro livro do jornalista, publicado em 1974: “As Escolas de Samba: O Quê, Quem, Como, Quando e Por Quê”, relançado e ampliado em 1996, com o título de “As Escolas de Samba do Rio de Janeiro”. É a obra mais importante de Sérgio Cabral, que oferece ao leitor acesso não só às origens e ao desenvolvimento das escolas, mas sobretudo ao conhecimento das figuras que, driblando a adversidade e a perseguição da polícia, fizeram possível o espetáculo dos desfiles.

Sérgio de Oliveira Cabral Santos nasceu em 1937 em Cascadura e cresceu em Cavalcante, bairro vizinho. Seu pai, José Jugurta Santos, era sergipano e sargento da Marinha; a mãe, Regina Cabral Santos, carioca como o filho. Depois de estudar em casa e em internatos públicos, virar torcedor do Vasco, se apaixonar pela voz de Orlando Silva e dar duro como operário da Central do Brasil, virou jornalista influenciado pela obra de Lima Barreto, escritor sobre quem se preparou para responder no programa O Céu é o Limite.

Em 1957 começou na reportagem de polícia do Diário da Noite. Numa folga do plantão nas delegacias, entrevistou sua futura mulher, Magali, que era candidata a Miss Distrito Federal. No Jornal do Brasil, apesar do sucesso, ficou apenas três anos: foi demitido em 1962 por participar de uma greve. Pelo mesmo motivo, perdeu o emprego em O Globo, em 1986. “Eu sou o único jornalista do Brasil demitido duas vezes por causa de greve”, comentou numa entrevista.

Depois de curta passagem pelo Diário Carioca, que tinha o hábito de não pagar aos empregados, pulou para Tribuna da Imprensa, Correio da Manhã, revistas Manchete e Intervalo. O Pasquim surgiu quando Sérgio, em 1969, fazia jornada dupla na editoria de política da Última Hora e na sucursal da Folha de S. Paulo, cobrindo o Itamaraty. Convidado por Tarso de Castro, seu companheiro na UH, para ser o editor de textos do semanário de oposição à ditadura militar, fez parte do grupo fundador, com os cartunistas Jaguar e Claudius.

Em 1970 foi preso com Tarso, Jaguar, Ziraldo, Paulo Francis, Fortuna, Luiz Carlos Maciel e Paulo Garcez. Nos dois meses em que passou na Vila Militar, distraiu-se relembrando velhos sambas e até compôs uma paródia: “A Vila não é mais aquela/ Já não é mais tão bela/ Como Noel cantou”.

Em 1979 lançou uma obra que de certa maneira é a continuação do volume acerca das escolas de samba. “ABC de Sérgio Cabral: Um desfile dos craques da MPB” reúne perfis de compositores e cantores narrados em estilo saboroso. O verbete dedicado a Ciro Monteiro – na letra F, de Formigão – é engraçadíssimo, e nos faz perguntar por que Sérgio Cabral não fez um livro sobre seu amigo Ciro e o samba sincopado.

A partir de 1977, com a publicação de “Pixinguinha, Vida e Obra”, dedicou-se à tarefa de biografar grandes nomes da música brasileira. “No Tempo de Almirante” é mais do que a vida do parceiro de Noel Rosa, é uma pequena história do rádio no Brasil. Seguiram-se as biografias de Tom Jobim, Ary Barroso, Elizeth Cardoso, Nara Leão, Ataulfo Alves, além de perfis de Carlos Manga e Grande Otelo. Ficou faltando a trajetória de uma grande amiga, Aracy de Almeida.

Como produtor de discos e shows, atuando em São Paulo e no Rio, deu impulso às carreiras de Martinho da Vila, João Nogueira, Dona Ivone Lara, Clara Nunes, Beth Carvalho, Alcione. Pouca gente sabe, mas o nome artístico Paulinho da Viola é uma criação de Sérgio Cabral. Com Rildo Hora, compôs um grande sucesso: “Os Meninos da Mangueira”, gravado por Ataulfo Alves Jr.

“Possuidor do par de olheiras mais sexy do Brasil”, segundo o comentário de Jaguar, disputou em 1982 sua primeira eleição. Com boa presença na Câmara de Vereadores do Rio, foi reeleito duas vezes consecutivas, em 1988 e 1992. Assumiu a secretaria de Esporte e Lazer. Em 1993, foi indicado pela Câmara conselheiro do Tribunal de Contas da cidade.

Em 2007 roteirizou e dirigiu, com Maria Rosa Araújo, o musical “Sassaricando: E o Rio Inventou a Marchinha”, fenômeno de crítica e público, que ficou em cartaz durante anos e excursionou pelo Brasil. Àquela altura, ele já era “o pai de Sérgio Cabral”, o político de carreira meteórica, mais tarde envolvido em denúncias e condenações por corrupção e lavagem de dinheiro.

Diagnosticado com Mal de Alzheimer, Sérgio Cabral viveu os últimos anos recordando-se das conversas que teve com os pioneiros do samba. Lembrava-se da primeira vez que viu e falou com Pixinguinha como se fosse ontem.

Leia Também: Morre Shannen Doherty, atriz da série ‘Barrados no Baile’, aos 53 anos

 

Charlize Theron junta famosos em evento solidário; veja o look da atriz

0

Charlize Theron reuniu amigos famosos em um evento de sua organização, Charlize Theron Africa Outreach Project, no sábado, 13 de julho, em Universal City, Califórnia.

 

Para a ocasião, a atriz, de 48 anos, escolheu um blazer preto com um top curto por baixo, combinado com uma saia preta brilhante. O look foi completado com sapatos de salto alto pretos com uma tira branca.

Veja nas imagens da galeria o look de Charlize Theron e algumas das celebridades que estiveram presentes.

Leia Também: Dakota Johnson visita o ‘pai’ Antonio Banderas na Espanha; veja

 

Roger Machado nega proposta do Inter, mas não garante permanência no Juventude

0

Ainda em busca de um novo treinador, vários nomes foram especulados como substituto de Eduardo Coudet, no Internacional. E um deles foi o de Roger Machado, que garantiu não ter recebido proposta para deixar o Juventude após o empate entre os dois clubes por 1 a 1, no último sábado, no estádio Alfredo Jaconi, pela partida de volta da 3ª fase da Copa do Brasil. O time de Caxias do Sul avançou às oitavas de final.

 

“Não tive nenhum contato formal por parte de nenhum clube até esse momento. Claro que é inevitável, nesse ambiente midiático, você não receber o que está tendo dito fora. Busquei trabalhar para me manter focado no mais importante, que era a decisão”, disse Roger Machado, que não descartou uma mudança futura.

“Não posso falar de algo circunstancial que não ocorreu. Simples. O trabalho (no Juventude) segue até o momento que seja de comum acordo para que todo mundo ganhe de alguma forma”, completou.

Roger Machado tem contrato com o Juventude até o final da temporada. Ele está há 184 dias no comando do clube. Neste período, foram 34 jogos, com 13 vitórias, 11 empates e dez derrotas. Além dele, Vanderlei Luxemburgo e Fernando Diniz foram cogitados, mas não são unanimidades no Internacional.

“Temos a confiança, sim, de que ele permaneça. Gostei da entrevista dele. Ele é um profissional, pode receber propostas. O que não é normal foi o que aconteceu. Ele (Roger) já recebeu (propostas) de outros clubes, de tamanho semelhante, e preferiu ficar. Em momentos até piores do que o atual. Mas, como ele disse, se for bom para todo mundo, não será um problema. Queremos que ele continue, apostamos no trabalho dele desde o começo do ano e ele está sempre se superando com toda comissão e o grupo de atletas”, afirmou o presidente Fábio Pizzamiglio.

Enquanto não define o seu novo treinador, o Internacional continuará sendo comandado pelo interino Pablo Fernandez. Ele deverá estar à frente da equipe no duelo com o Rosario Central, marcado para esta terça-feira, às 21h30, no estádio Gigante Arroyito, em Rosário, na Argentina, pelos playoffs da Copa Sul-Americana.

Leia Também: Vila Nova e Avaí fazem confronto direto pelo G-4 da Série B